9 Mulheres Pioneiras que marcaram a história

Atualizado: Mar 4

Março é especial por comemorar o Dia Internacional da Mulher, em 8 de março. É também um tempo bom para relembrar os nomes femininos que fizeram e continuam fazendo história, não só no Brasil como no mundo.


O que antes era considerado proibido ou difícil para as mulheres, hoje é completamente possível de se realizar. Mulheres não podiam participar de competições, votar e até trabalhar fora.


Por muito tempo, as atribuições da mulher eram, exclusivamente, voltadas ao papel doméstico. Elas só podiam cuidar do marido, dos filhos e da casa. Ao contrário daquela época, hoje em dia, além de continuar dando conta de tudo isso, as mulheres mostraram que são completamente capazes de pilotar, competir, trabalhar fora e até mesmo abrir seu próprio negócio.

Claro que ainda há muito o que se conquistar, e alguns preconceitos a combater com relação aos direitos igualitários. Mas, graças aos esforços de muitas mulheres pioneiras e determinadas, a sociedade já ganhou um grande avanço.

Por isso, confesso que foi difícil escolher somente algumas entre tantas mulheres importantes que marcaram a nossa história.


Confira:


1 - Joana D'arc (1412 - 1431)

Chefe Militar da Guerra dos 100 Anos na França

De origem muito simples, a francesa Joana D'arc passou de camponesa analfabeta para chefe de um exército durante a Guerra dos 100 Anos, um feito e tanto para a sua curta vida. Uma das principais mártires da França, foi executada como uma herege em 1431 para, séculos mais tarde, ser canonizada pela Igreja Católica em 1920. Hoje é considerada uma santa.

2 - Sofia Ionescu-Ogrezeanu (1920 - 2008)

A primeira neurocirurgiã da história

Sofia Ionescu ingressou na escola de medicina de Bucareste e inicialmente estudou oftalmologia. Porém com o tempo passou a fazer voluntariado para tratar prisioneiros soviéticos e ali começou a operar cirurgias de amputação. Durante os bombardeios de 1944 em Bucareste, por falta de cirurgiões disponíveis, ela foi obrigada a realizar uma intervenção cirúrgica de emergência no cérebro de uma criança. A partir daí dedicou a vida à neurocirurgia.

3 - Madre Teresa de Calcutá (1910 - 1997)

Fundadora da Congregação das Missionárias da Caridade

Albanesa naturalizada indiana, Madre Teresa de Calcutá nasceu Anjezë Gonxhe Bojaxhiu e dedicou a vida a cuidar dos mais pobres. Um dos maiores nomes quando se fala em caridade, a beata recebeu o Nobel da Paz em 1979 e foi canonizada em 2016 pelo Papa Francisco. Fundou a Congregação Missionárias da Caridade que está presente em pelo menos 139 países.

4 -Valentina Tereshkova (1937 - )

A primeira mulher a ir ao espaço

Não só a primeira mulher a ir ao espaço, como ainda hoje é a única que realizou um voo solo. A russa Valentina Tereshkova destacou-se dentre outras candidatas com mais estudos por ser uma exímia paraquedista, algo fundamental para o voo com a nave Vostok VI. Recebeu as duas maiores condecorações nacionais, a Ordem de Lenin e Herói da União Soviética. Anos depois ingressou na vida política do país.

5 - Maud Stevens Wagner (1877 - 1961)

A primeira tatuadora profissional

A primeira tatuadora de que se tem notícias, Maud Stevens Wagner era uma acrobata circense quando conheceu o marido Gus Wagner, com quem aprendeu o ofício da tatuagem. É atribuída aos dois a expansão da tatuagem pelo interior dos Estados Unidos.

6 - Marie Curie (1867 - 1934)

Duas vezes vencedora do Prêmio Nobel de Química

A cientista polonesa foi a primeira mulher a ser enterrada no Panteão de Paris por méritos próprios. Não é por menos, já que foi pioneira em diversos aspectos: foi quem descobriu dois elementos da tabela periódica (Polônio e Rádio), quem descobriu e cunhou a teoria da relatividade, foi a primeira professora admitida na Universidade de Paris e a primeira pessoa a receber duas vezes o Prêmio Nobel.

7 - Kathrine Switzer (1947 - )

A primeira mulher a participar de uma maratona

Kathrine Switzer desafiou as regras e se tornou a primeira mulher a correr em uma maratona no ano de 1967, em Boston, quando somente era permitido a homens participar de provas de rua nos EUA. Um dos diretores do evento tentou impedi-la de correr, mas foi bloqueado por outros competidores, tudo em frente às câmeras. Após este feito, a atleta criou a fundação 261 Fearless a favor da luta pela igualdade de gênero nos esportes.

8 - Sabiha Gökçen (1913 - 2001)

A primeira piloto de avião de caça

O sobrenome de Sabiha Gökçen significa "pertencente ou relativo ao céu” em turco. Um nome bastante adequado para a primeira mulher aviadora da Turquia e a primeira piloto de combate do mundo. Sabiha Gökçen voou durante toda a vida e a sua última pilotagem foi aos 88 anos de idade.

9 - Maria da Penha (1945 - )

Líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres

A Lei Maria da Penha em defesa das vítimas de violência doméstica existe hoje no Brasil muito em virtude da luta desta mulher em garantir que o seu agressor fosse condenado. Maria da Penha foi vítima de graves agressões por parte do marido que a deixaram paraplégica. Isto não a impediu de agir em busca de justiça para o seu caso e de criar movimentos em defesa de outras vítimas.

#EspecialMulheres #mulherespioneiras #SemanaDaMulher #Comunicação #historiademulheresreais #jornalismocultural #PautaNaMesa

3 visualizações0 comentário
 
  • YouTube
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram
  • Instagram

©2020 por Pauta na Mesa. Orgulhosamente criado com Wix.com